RPA

O RPA (Recibo de Pagamento a Autônomo) é um documento emitido para formalizar o vínculo estabelecido entre um profissional autônomo (prestador de serviço) e o seu contratante (tomador de serviço). Geralmente o RPA é emitido pela fonte pagadora, ou seja, quem contratou o serviço de algum profissional pessoa física e que não esteja regido pelo sistema CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas. Do ponto de vista do INSS, o profissional autônomo é classificado como Contribuinte Individual.

O RPA pode ser recebido por qualquer pessoa que preste serviço a uma ou mais empresas e que não possua emissão de notas fiscais de prestação de serviço. Vale ressaltar que uma pessoa física pode emitir RPA para outra pessoa física. Por se tratar de um documento comprobatório para inúmeras finalidades, o RPA permite destacar os tributos a serem recolhidos pelo contratante, tais como INSS, IRRF e ISS. Sobre toda a prestação de serviço de transporte, é facultado também o recolhimento de outras taxas e tributos específicos envolvidos nessa contratação, como o SEST/SENAT, por exemplo, que incide sobre operações de transporte efetuado por terceiros (TAC - Transportador Autônomo de Carga). O valor do imposto é retido em conjunto, totalizando 2,5% sobre uma base de 20% do valor pago para o autônomo.

Além do SEST/SENAT, o INSS e IRRF devem ser contabilizados sobre o RPA, conforme tabelas vigentes. Sobre o ISS há uma particularidade, pois alguns municípios exigem outros dispensam. Na prática, caso o autônomo tenha cadastro junto a Prefeitura, não recolhe ISS pois o mesmo já faz isso anualmente. No entanto, o autônomo não tendo o cadastro, deve recolher, pois houve a prestação efetiva do serviço, o que gera a obrigação tributária. No RPA, o desconto do INSS para os Transportadores Autônomos de Cargas (TACs), que prestar serviços diretamente à transportadoras, a base de cálculo da contribuição será reduzida a 20% do valor bruto pago ao fretista, a qual será aplicada a retenção (desconto) de 11%. O valor retido no mês não pode ultrapassar o teto (desconto máximo).

Vantagens na emissão de RPA no Controle de Transportadoras:

Você sabe o que é CT-e?

O CT-e é um documento emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma prestação de serviços de transporte de cargas entre duas ou mais empresas. O CT-e é garantido por uma assinatura digital do emitente, gerada através do certificado digital e após, pela autorização de uso do documento eletrônico, fornecida pelo fisco.

O CT-e surgiu a partir da necessidade da modernização do sistema de emissão dos documentos fiscais em papel, e atualmente os CT-es acobertam os serviços de transporte intermunicipais e interestaduais, simplificando as obrigações tributárias das transportadoras. Desta forma, há um acompanhamento em tempo real das operações comerciais.

A Bsoft disponibiliza dois softwares emissores de CT-es, sendo eles o CT-e Prático e o Controle de Transportadoras. Através destes sistemas é possível emitir os conhecimentos de frete, sejam eles normais ou em contingência, nos ambientes de Produção e Homologação, atendendo as finalidades Normal, Complementar, Substituição, Anulação, entre outras. Além de poder emitir CT-es nos principais modais, a Bsoft disponibiliza seus softwares nas versões Local e Web, ambos com suporte a certificados A1 e A3, realizando também o envio automático de e-mails para os envolvidos na operação de transporte.

Controle e gerenciamento para sua transportadora.

O Controle de Transportadoras oferece domínio sobre quaisquer movimentações que se fazem necessárias para administrar sua empresa com agilidade e eficiência. Nele se encontram os módulos essenciais para gerir os veículos próprios, terceiros e vinculados, clientes, fornecedores, motoristas, viagens, pedidos, coletas, bem como os documentos fiscais exigidos pelo governo.
Trata-se de um sistema completo e abrangente, que atende os níveis operacionais e gerenciais da sua empresa, suprindo as necessidades dos setores: fiscal, administrativo e financeiro, com todas as ferramentas de gerenciamento que sua empresa precisa.

O software possui módulos para
controle e gerenciamento de todos
os setores da sua transportadora:

Conhecimento de
Transporte Eletrônico

+

O CT-e é um documento emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma prestação de serviços de transporte de cargas entre duas ou mais empresas. Este documento é garantido por uma assinatura digital do emitente, gerada através do certificado digital e após, pela autorização de uso do documento eletrônico, fornecida pelo fisco.

Nota Fiscal
Eletrônica

+

A NF-e é um registro eletrônico de uma operação entre duas empresas. Foi criado com o intuito de substituir a emissão de documento fiscal em formulários (modelos 1 e 1-A), reduzindo custos, simplificando as obrigações acessórias dos contribuintes e permitindo, ao mesmo tempo, o acompanhamento em tempo real das operações comerciais pelo Fisco.

Manifesto de
Frete Eletrônico

+

O MDF-e foi criado com o objetivo de substituir o manifesto de carga modelo 25 e a CL-e (capa de lote eletrônica), implantando um modelo nacional de manifesto eletrônico, com a finalidade de agilizar o registro de documentos fiscais em trânsito e identificar demais características do transporte, com validade jurídica garantida pela assinatura digital do emitente.

O CT-e é um documento emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma prestação de serviços de transporte de cargas entre duas ou mais empresas. Este documento é garantido por uma assinatura digital do emitente, gerada através do certificado digital e após, pela autorização de uso do documento eletrônico, fornecida pelo fisco.

A NF-e é um registro eletrônico de uma operação entre duas empresas. Foi criado com o intuito de substituir a emissão de documento fiscal em formulários (modelos 1 e 1-A), reduzindo custos, simplificando as obrigações acessórias dos contribuintes e permitindo, ao mesmo tempo, o acompanhamento em tempo real das operações comerciais pelo Fisco.

O MDF-e foi criado com o objetivo de substituir o manifesto de carga modelo 25 e a CL-e (capa de lote eletrônica), implantando um modelo nacional de manifesto eletrônico, com a finalidade de agilizar o registro de documentos fiscais em trânsito e identificar demais características do transporte, com validade jurídica garantida pela assinatura digital do emitente.

Nota Fiscal de
Serviços Eletrônica

+

A NFS-e é um documento de existência digital que atende ao atual modelo de registro de operações de prestação de serviços implantado por legislação e é gerado e armazenado eletronicamente em Ambiente Nacional pela RFB, pela prefeitura ou por outra entidade conveniada, para documentar as operações de prestação de serviços.

Carta Frete
Eletrônica

+

O pagamento eletrônico de frete (PEF), também conhecido por carta frete eletrônica entrou em obrigatoriedade desde de abril de 2011. Com esta resolução, o pagamento ao transportador autônomo e à empresa de transporte com até três veículos deverá ser feito através de crédito em conta corrente ou através de um cartão que recebe créditos, que correspondem à prestação do serviço de transporte, significando que pagamento feito através de cheque, carta-frete ou dinheiro em espécie, estão proibidos.

SPED

+

SPED significa Sistema Público de Escrituração Digital. Trata-se de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse do fisco e da Receita Federal do Brasil.

A NFS-e é um documento de existência digital que atende ao atual modelo de registro de operações de prestação de serviços implantado por legislação e é gerado e armazenado eletronicamente em Ambiente Nacional pela RFB, pela prefeitura ou por outra entidade conveniada, para documentar as operações de prestação de serviços.

O pagamento eletrônico de frete (PEF), também conhecido por carta frete eletrônica entrou em obrigatoriedade desde de abril de 2011. Com esta resolução, o pagamento ao transportador autônomo e à empresa de transporte com até três veículos deverá ser feito através de crédito em conta corrente ou através de um cartão que recebe créditos, que correspondem à prestação do serviço de transporte, significando que pagamento feito através de cheque, carta-frete ou dinheiro em espécie, estão proibidos.

SPED significa Sistema Público de Escrituração Digital. Trata-se de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse do fisco e da Receita Federal do Brasil.

Integrações / EDI

+

EDI é a sigla de Electronic Data Interchange, que em português significa Troca Eletrônica de Dados. Basicamente, EDI é a transferência eletrônica de informações entre sistemas em um documento estruturado, viabilizando a troca de dados de uma empresa para outra.

Comercial

+

Inclusão de pedidos, orçamentos, tabelas de frete e de motorista. Gestão completa sobre as operações comerciais.

Armazenagem

+

Cadastro de armazém, components/controle-transportadoras/modulos-sistemaada e movimentações de mercadorias, com a localização desta no armazém. Disponibilizamos também relatórios gerenciais para todas estas operações.

EDI é a sigla de Electronic Data Interchange, que em português significa Troca Eletrônica de Dados. Basicamente, EDI é a transferência eletrônica de informações entre sistemas em um documento estruturado, viabilizando a troca de dados de uma empresa para outra.

Inclusão de pedidos, orçamentos, tabelas de frete e de motorista. Gestão completa sobre as operações comerciais.

Cadastro de armazém, components/controle-transportadoras/modulos-sistemaada e movimentações de mercadorias, com a localização desta no armazém. Disponibilizamos também relatórios gerenciais para todas estas operações.

Controle de fretes

+

Registros de viagens, lançamento de despesas, acertos com motoristas, estimativa de lucro sobre o frete prestado, controle de hodômetro, cadastro de rotas. Domínio sobre fretes prestados, custos e despesas.

Tabela de Fretes

+

Forma prática e rápida para chegar ao valor final do frete. Cálculo baseado em peso, volume, cubagem, quilômetros, horas, além de realizar o cálculo sobre valor de nota fiscal ou do CT-e anterior, em casos de transporte de redespacho ou subcontratação. Pré-definição de campos como ad valores, despacho, ademe, GRIS, ITR, entre outros.

Controle de Contêineres

+

Realização de pedidos para transporte de contêineres, contendo os tipos e números destes, além de conter informações sobre o navio, Dead Line, serviço de transporte e serviços adicionais.

Registros de viagens, lançamento de despesas, acertos com motoristas, estimativa de lucro sobre o frete prestado, controle de hodômetro, cadastro de rotas. Domínio sobre fretes prestados, custos e despesas.

Forma prática e rápida para chegar ao valor final do frete. Cálculo baseado em peso, volume, cubagem, quilômetros, horas, além de realizar o cálculo sobre valor de nota fiscal ou do CT-e anterior, em casos de transporte de redespacho ou subcontratação. Pré-definição de campos como ad valores, despacho, ademe, GRIS, ITR, entre outros.

Realização de pedidos para transporte de contêineres, contendo os tipos e números destes, além de conter informações sobre o navio, Dead Line, serviço de transporte e serviços adicionais.

Controle de Multas

+

Controle sobre notificações e multas de trânsito, pontuação da carteira do motorista responsável, veículo autuado, etc.

Financeiro

+

Oferece total controle sobre contas a receber, contas a pagar, fluxo de caixa, controle de cheques, entre outras. Além de fornecer vínculo com outras operações no sistema, como despesas, acertos, etc.

Cobrança Eletrônica

+

Realize a emissão e impressão de boletos, geração de arquivos de remessa e leitura de arquivos de retorno, baixa automática de pagamentos no financeiro, envio de boletos por e-mail, disponibilização de link de acesso aos boletos.
*Módulo opcional.

Controle sobre notificações e multas de trânsito, pontuação da carteira do motorista responsável, veículo autuado, etc.

Oferece total controle sobre contas a receber, contas a pagar, fluxo de caixa, controle de cheques, entre outras. Além de fornecer vínculo com outras operações no sistema, como despesas, acertos, etc.

Realize a emissão e impressão de boletos, geração de arquivos de remessa e leitura de arquivos de retorno, baixa automática de pagamentos no financeiro, envio de boletos por e-mail, disponibilização de link de acesso aos boletos.
*Módulo opcional.

Manutenção preventiva
e periódica

+

Controle as manutenções necessárias em sua frota agendando-as no Controle de Transportadoras. Sejam elas periódica ou preventiva, você pode coordenar manutenções como abastecimentos, revisões, consertos ou reparos.

Acerto com
motoristas

+

Acertos com motoristas comissionados e fixos. Relatório de acertos com todas as descrições das receitas e despesas, divididos por fretes recebidos e não recebidos, despesas pagas pelos motoristas e pela empresa, gerando saldo exato para pagamento ao motorista ou devolução do mesmo.

Médias

+

Obtenha médias de consumo do veículo e de demais despesas por quilômetro, e por hora em caso de veículo vinculado e máquinas.

Controle as manutenções necessárias em sua frota agendando-as no Controle de Transportadoras. Sejam elas periódica ou preventiva, você pode coordenar manutenções como abastecimentos, revisões, consertos ou reparos.

Acertos com motoristas comissionados e fixos. Relatório de acertos com todas as descrições das receitas e despesas, divididos por fretes recebidos e não recebidos, despesas pagas pelos motoristas e pela empresa, gerando saldo exato para pagamento ao motorista ou devolução do mesmo.

Obtenha médias de consumo do veículo e de demais despesas por quilômetro, e por hora em caso de veículo vinculado e máquinas.

Ordem de coleta

+

Controle, envie por e-mail, grave ocorrências, integre com outros lançamentos ou imprima um dos diversos modelos de ordens de coleta disponíveis no sistema.

Pneus

+

Domínio sobre pneus utilizados na frota, podendo controlar também data de compra, estado, veículo em que está sendo utilizado, posição em que o pneu se encontra no veículo, rodízio, recape e muito mais.

Controle, envie por e-mail, grave ocorrências, integre com outros lançamentos ou imprima um dos diversos modelos de ordens de coleta disponíveis no sistema.

Domínio sobre pneus utilizados na frota, podendo controlar também data de compra, estado, veículo em que está sendo utilizado, posição em que o pneu se encontra no veículo, rodízio, recape e muito mais.

Acesso prático e rápido de onde você estiver.

ACESSO LOCAL

O sistema e o banco de dados são instalados em seu servidor local, podendo ser acessado por vários usuários dentro da rede.

ACESSO WEB

O sistema é fornecido por acesso a internet. O usuário instala um software cliente em seu computador ou acessa a aplicação por um navegador de internet.

Icone logo Bsoft

Sobre a Bsoft

A Bsoft é uma empresa especializada em software e soluções web, com foco maior no transporte rodoviário de cargas. Eleita em pesquisa como TMS e WMS mais usado no país, e atendendo mais de 15000 clientes em todo o Brasil, a Bsoft é líder nacional no ramo.

Com dois escritórios em Imbituva, e um em Ponta Grossa, temos um time de mais de 150 profissionais para proporcionar o melhor atendimento, e também desenvolver e otimizar nossos produtos.
Focada no sucesso do cliente, a Bsoft busca, por meio de suas soluções, aumentar a receita de transportadoras, otimizando suas gestões por intermédio da tecnologia, a preços justos.

Nossa bandeira é, e sempre será, levar soluções tecnológicas para empresas de pequeno e médio porte, a preços acessíveis, de forma descomplicada.

QUER SABER MAIS SOBRE A BSOFT E SOBRE COMO ASSUMIMOS A LIDERANÇA NACIONAL EM SOFTWARE TMS? CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO E CONHEÇA O SEGREDO DO NOSSO SUCESSO.